Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Noosfera

Pensamentos Meus

Noosfera

Pensamentos Meus

Qua | 14.11.18

Bosque Encantado

Rosa Rosa Ramos Aguiar

Entrei devagarinho no  bosque, como que esperando sua permissão...

Silêncio absoluto...  Bosque adentro.

E devagarinho a brisa veio ao meu encontro...  como se de um beijo se tratasse.

Logo de seguida o sopro do vento, o estalar dos galhos... o canto dos pássaros.

O cheiro forte a Terra...

O musgo, convidou-me a descalçar os sapatos e a caminhar. Assim o fiz...

As árvores altas e fortes, talvez centenárias, me deram a confiança para ali estar...  Num breve fechar de olhos me parece que elas a mim falavam, de como era, de como é e, de como será...

As flores, pareciam sorrir... num frenesim umas com as outras e, ao se mexerem quando a brisa por elas passava, deixava que uma fragrância que adocicava cada recanto da minha alma.

As pequenas plantas que despontavam do chão, observava-as  e ao reparar,  parecia que elas me falavam, desde o ser semente ao ser planta e ao florir... Um percurso, tão lento... mas tão rápido, para quem não SENTE.

A Terra e o seu cheiro forte... quase me fundia com ela, pois dela sou feita...  a Água  que escorria de uma folha de uma árvore...  parecia ser parte de mim, que ali estava... e sim, é mesmo grande parte de mim...

O Sol estava forte,  parecia fogo, mas dentro do bosque, com a folhagem das folhas parecia uma noite de Lua cheia...

 

Invadiu-se um sentimento que convidava à dança... e eu redopiei, redopiei e redopiei...

Sorria e SENTIA...

E ouvi  em sussurro... nada é, senão quereres!

Eu disse: Eu quero! Eu quero!

 

582464_luchi_devushka_les_tanets_5616x3744_www.Gde

Imagem: Internet

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.